F1 – Liderar o meio campo não significa nada, diz Alonso

Fernando Alonso

Fernando Alonso diz que terminar como o líder do meio-campo da Fórmula 1 este ano “não significa nada” em sua temporada final na categoria.

A vantagem da Mercedes, Ferrari e Red Bull sobre o restante da categoria significa que seus seis pilotos ocupam confortavelmente essas posições no Campeonato de Pilotos.

Mas a sétima em diante mudou de mãos várias vezes nesta temporada, com vários pilotos liderando: Sergio Perez, Kevin Magnussen e Nico Hulkenberg estão empatados em 53, com Alonso em 50 e Esteban Ocon com 49 pontos.

A classificação relativamente alta de Alonso nessa batalha está em desacordo com a natureza sombria da temporada da McLaren, com a equipe sendo a mais lenta durante a classificação em Suzuka.

A McLaren está em sexto lugar no Campeonato de Construtores e é nessa posição que Alonso está mais preocupado ao entrar nos quatro últimos eventos de sua carreira na Fórmula 1.

“Não significa nada para terminar em sétimo no campeonato”, disse ele. “Não faz sentido ter algum plano para isso”.

“Meu único plano é terminar no campeonato de construtores o mais alto possível com a McLaren”.

“Agora temos uma posição forte. Talvez não tenhamos esperança de pegar a Renault e a Haas, mas a diferença entre nós e a Force India e a Sauber está se reduzindo todas as corridas porque elas estão muito fortes agora”.

“Não vamos deixá-las nos alcançar antes de Abu Dhabi, então esse é o meu foco principal. No campeonato de pilotos, realmente não estou muito interessado”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP dos EUA de Formula 1 no dia 21 deste mês!

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.