F1 – Liberty pretende introduzir teto orçamentário em 2021

Fórmula 1

Fórmula 1

A Liberty Media quer introduzir um teto orçamentário de 150 milhões de euros por equipe a partir de 2021.

O Sport Bild da Alemanha relatou que a nova proprietária da Fórmula 1 pretende implementar a regra em conjunto com os motores mais baratos, com as equipes podendo gastar mais 50 milhões de euros em marketing, hospitalidade e pilotos.

As equipes menores obviamente são favoráveis à iniciativa para equilibrar a disputa. “Esse número (150 milhões) na verdade seria um aumento para nós”, disse Gene Haas, proprietário da Haas. “Acredito que o maior problema são as equipes grandes”.

De fato, um número de funcionários superior a 1000 não é mais incomum no topo da F1, portanto o maior impacto do teto orçamentário seria a perda forçada de centenas de empregos.

“É nesse ponto que os novos proprietários irão enfrentar alguns grandes obstáculos”, afirmou Haas. “Você não pode simplesmente mudar tudo da noite para o dia”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.