F1 – Leclerc: Canadá deve ser melhor para a Sauber

Charles Leclerc

Charles Leclerc avalia que o próximo GP do Canadá deve ser um dos mais fortes eventos de Fórmula 1 do ano para a Sauber. A equipe, após vários anos de mau desempenho, voltou ao congestionado meio do grid este ano, com Leclerc e seu companheiro de equipe Marcus Ericsson marcando pontos nas primeiras rodadas.

A Sauber acreditava que os GPs na Espanha e em Mônaco seriam os piores do ano, expondo as fraquezas de seu C37, com a falta de downforce geral ainda sendo uma de suas principais preocupações.

Apesar disso, Leclerc marcou um ponto na Espanha e Ericsson perdeu por pouco em Mônaco, terminando em 11º, a apenas um segundo de Carlos Sainz Jr., da Renault.
Leclerc, portanto, calcula que a Sauber pode se dirigir a Montreal com confiança renovada, afirmando que a natureza de baixo downforce do Circuito Gilles Villeneuve deve ajudar suas perspectivas.

“Acho que erramos em Barcelona, ​​as expectativas”, disse Leclerc. “Acho que não erramos (em Mônaco), acho que lutamos, não parece no papel, mas nós lutamos, o carro foi difícil de ser guiado na classificação”.

“Acho que extraímos o potencial máximo na classificação, acho que tiramos o melhor proveito do carro que tínhamos no momento, mas nos esforçamos como esperado. Mas nós fizemos as duas piores corridas para nós, Paul Ricard é um pouco de um ponto de interrogação, mas fora isso foram as duas piores provas para nós”, comentou.

“Espero que agora as expectativas sejam as certas e que seja positivo para as próximas corridas, espero que Montreal seja uma das melhores corridas do ano, então dedos cruzados em torno das expectativas lá”, completou ele.

Ericsson recentemente destacou que a forma como a Sauber vem atuando demonstra que devem abandonar sua mentalidade de azarões e abordar cada GP com o objetivo de marcar pontos.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.