F1 – Lauda quer falar com Whiting depois da punição de Verstappen

Charlie Whiting

Niki Lauda diz que vai falar com o diretor de corrida da Fórmula 1 Charlie Whiting após a polêmica retirada de Max Verstappen do pódio em Austin.

O piloto da Red Bull só foi informado enquanto estava na sala de preparação pós-corrida no domingo que Kimi Raikkonen tomaria o pódio final em seu lugar.

Os comissários deram a Verstappen uma penalidade por cortar uma curva ao ultrapassar Raikkonen.

O holandês e seu pai Jos estavam furiosos.

“Se é verdade que Charlie Whiting está por trás da decisão, então ele deve se demitir imediatamente”, disse Jos, ex-piloto da Minardi ao site Ziggo Sport Totaal.

Os chefes do Red Bull Christian Horner e o Dr. Helmut Marko também ficaram furiosos, dizendo que muitos outros pilotos também ultrapassaram os limites da pista em Austin sem serem punidos.

A lenda da F1, Niki Lauda, concorda: “No ano passado, quando os comissários puniam tudo, tivemos uma longa reunião com Charlie Whiting e dissemos: ‘Deixe os pilotos competirem’. Não entendo por que agora voltamos para a idade da pedra com algo que é ruim para a categoria”.

Um dos comissários em Austin, o ex-piloto de F1 Mika Salo, concordou com Lauda quando ele disse que o reforço de linhas brancas pintadas para delimitar a pista não é ideal na F1.

Mas o finlandês disse ao jornal Ilta Sanomat que não havia “nada mais” que os comissários pudessem fazer neste caso.

“Outros pilotos que o fizeram não se beneficiaram, e essa foi a única situação que nos foi apresentada para exame”, afirmou Salo.

“Max fez uma ótima corrida, mas a última manobra foi exagerada”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.