F1- Latifi almeja “superlicença” para 2020

Nicholas Latifi

Nicholas Latifi minimizou as sugestões de que está agora à beira de um lugar para correr na F1.

O piloto de 23 anos, cujo pai Michael é co-proprietário da McLaren, é o piloto de testes da Williams este ano. Ele testou no Bahrain e em Barcelona, mas neste fim de semana no seu país natal, o Canadá, Latifi tomou conta do carro de Robert Kubica nos treinos de sexta-feira.

No mês passado, o Le Journal de Montreal disse que Latifi era o primeiro na fila caso a Williams decidisse demitir Kubica por completo. Latifi minimizou isso, e agora diante do GP Canadense ele diz: “Primeiro e acima de tudo tenho que me concentrar na Fórmula 2.

Até agora, ele está fazendo isso bem, liderando a série de acesso à F1. É provável que ele obtenha a credencial de que precisa para correr em 2020, terminando entre os cinco primeiros.

“Ainda não tenho a minha superlicença de que preciso para correr na F1”, explicou Latifi. “O meu objetivo não mudou. Quero estar lá o mais rápido possível”.

Latifi estará de volta à Williams em Paul Ricard, substituindo George Russell na sexta-feira.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.