F1 – Horner: Renault não pode se esconder atrás de estatísticas

Ferrari e Red Bull

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que sua equipe foi “imensamente exposta” durante o GP da Inglaterra devido à falta de potência do motor em relação aos seus principais rivais e que a Renault não pôde esconder isso em Silverstone.

Depois de aceitar seu destino por trás da Mercedes e da Ferrari antes mesmo da classificação começar na rodada britânica, Horner sentiu que a sorte da Red Bull não melhorou durante a corrida, quando Daniel Ricciardo e Max Verstappen tiveram dificuldades nas batalhas contra a Ferrari e a Mercedes.

Horner culpou a fraqueza a um “fim de semana muito difícil para a Renault” e sentiu, apesar de seus melhores esforços, que estava impotente frente aos rivais em Silverstone.

No mês passado, a Red Bull confirmou sua mudança para a Honda a partir de 2019, em sua tentativa de enfrentar a Ferrari e a Mercedes, com o apoio de uma equipe de fábrica.

Ao longo de sua turbulenta parceria, que produziu quatro títulos consecutivos de pilotos e construtores da Fórmula 1 entre 2010-2013, a Red Bull tem sido frequentemente crítica da Renault e da falta de potência e confiabilidade em comparação com seus rivais.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.