F1- Horner: “Déficit da Red Bull é 85% motor, 15% chassi”

Christian Horner

Christian Horner defendeu o chassi da Red Bull após Daniel Ricciardo dizer que a equipe está perdendo por culpa tanto do RB11, quanto do motor da Renault.

Ricciardo se classificou em 9º e terminou em 13º lugar – um resultado que rotulou de uma “nova baixa” para si e para a equipe em 2015. No sábado, um irritado Ricciardo sugeriu que o chassi era igualmente culpado, junto com a unidade de potência, por sua falta de competitividade no rápido circuito canadense.

No entanto, Horner defendeu o chassi da Red Bull, e reiterou sua crença de longa data que a maior parte do problema vem do motor Renault.

“Nosso déficit é de 80 a 85% da unidade de potência e de 15 a 20% do chassi e existem algumas características no chassi que estamos trabalhando e vai melhorar, mas isto tende a se tornar um círculo vicioso”, disse ele.

O chefe de equipe da Red Bull disse que é mais do que natural ver um piloto competitivo como Ricciardo, que venceu três corridas, incluindo Montreal em 2014, fazendo comentários negativos no calor do momento, depois de uma sessão decepcionante.

“Eu acho que houve um pouco de frustração em seus comentários, que não estava satisfeito com o seu desempenho e que tinha sido superado pelo seu companheiro de equipe, quando suas expectativas aqui, particularmente depois do ano passado, eram elevadas. Fizemos progressos com o chassi, o desenvolvendo e melhorando desde a Malásia e a cada corrida, e temos muito mais para vir ao longo do ano”.

Perguntado se o Canadá mais uma vez expos a enorme diferença entre o motor Mercedes e o resto, Horner respondeu: “Totalmente! Você tem a Force India e Lotus (na nossa frente) que provavelmente não foram alterados desde Melbourne e esta foi apenas uma corrida diferente. A influência da unidade de potência se destaca bem aqui e, infelizmente, a Áustria, a próxima corrida, é provavelmente o circuito mais dependente de potência no calendário”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.