F1 – Horner certo que a Red Bull terá opções de motor após 2018

Red Bull

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, confia em ter mais de uma opção para um futuro fornecedor de unidades de potência no final desta temporada.

Seguindo as mudanças que viram a McLaren se tornar uma cliente da Renault e a Toro Rosso assumir o cargo de parceira com a Honda, a Renault informou a Red Bull que não pretende estender seu contrato para fornecer à equipe para além do final de 2018.

Embora existam possíveis ressalvas para a posição da Renault devido às concessões feitas quando a fabricante francesa retornou à categoria como construtora antes da temporada de 2016, Horner insiste que a Red Bull poderá escolher entre pelo menos a Renault e a Honda para o seu futuro fornecimento.

“Eu acho que a grande coisa para nós é que temos opções, que é uma situação em que não tivemos anteriormente”, disse Horner à RACER. “Vamos tomar o nosso tempo para avaliar essas opções e depois tentar tomar a decisão mais bem informada que temos durante o próximo ano”.

Horner concorda que ele fará um exame muito próximo de como a Toro Rosso irá desempenhar durante a próxima temporada para ver o quão forte a unidade de potência da Honda parece estar no que será a quarta temporada de volta à Fórmula 1.

“Sim, é claro [que a Red Bull seguirá a Honda de perto]. É um ótimo negócio para a Toro Rosso. A Honda tem um grande legado na F1, ela tem o desejo e ambição e, como equipe irmã, manteremos um olho interessado em seu progresso durante o primeiro semestre do ano”.

Enquanto o acordo da Red Bull com a Renault termina após esta temporada, a Toro Rosso já concordou com um contrato de três anos com a Honda que verá a fabricante japonesa fornecendo até o final da atual regulamentação da unidade de potência em 2020.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.