F1 – Honda vai manter o conceito do motor em 2019

Red Bull-Honda

A mudança da Red Bull para os motores Honda será impulsionada pelo fato da montadora estar mantendo um conceito de design por uma terceira temporada pela primeira vez dentro da era dos V6 turbo híbridos.

A Honda retornou à Fórmula 1 em 2015 com a McLaren e conseguiu um progresso sólido em 2016, mas reformulou seu pacote em 2017 e sofreu sérios problemas de confiabilidade.

Isso levou a McLaren a romper com a Honda, que precisou reconstruir sua reputação com a Toro Rosso, equipe júnior da Red Bull, em 2018 e convencer a equipe principal a desistir dos motores Renault.

O motor de 2019 da Honda será uma evolução do design introduzido em 2017, pois a companhia acredita que ele ainda possui potencial a ser extraído e garante uma confiabilidade melhor do que outra reformulação.

“Nós podemos dar sequência ao design atual, ou conceito, da unidade de potência”, declarou Toyoharu Tanabe, diretor técnico da Honda na F1, ao site Autosport.

“Não sabemos exatamente qual é o limite porque não alcançamos um alto nível, mas começamos com outro conceito e mudamos em 2017”.

“Aprendemos algo anteriormente e fizemos uma alteração. Em 2018, continuamos com esse conceito e melhoramos a confiabilidade e o desempenho. Nós acreditamos que essa mudança de conceito não é errada. É adequada”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.