F1 – Hockenheim, México e Barcelona estão sob ameaça para 2020

Largada do GP da Alemanha em 2016

O México parece pronto para perder o seu lugar no calendário da F1. É uma corrida muito popular, mas os organizadores ainda não chegaram a um novo acordo com a Liberty Media para 2020.

A Liberty precisa sacar duas corridas existentes para acomodar Zandvoort e Vietnã, tendo limitado o calendário a 21 corridas para o próximo ano. Questionado se o calendário poderia ser expandido, o porta-voz de Hockenheim, Jorn Teske, disse ao jornal Kolner Express: “Não. Nenhum aumento foi sugerido, então permanecem 21 corridas”.

“Além de nós, também a Cidade do México e Barcelona não têm contrato”, comentou ele. “Parece que Silverstone e Monza têm novos contratos”.

“Mas também temos que esperar e ver se as pessoas em Zandvoort podem tornar sua pista adequada para a Fórmula 1 a tempo. É um objetivo ambicioso”, prosseguiu Teske.

O GP alemão deste ano foi resgatado pela patrocinadora Mercedes, mas Teske não confirma se o mesmo vai acontecer em 2020. “Não estamos falando da Mercedes, estamos falando sobre a Liberty Media”, concluiu ele.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.