F1 – Hamilton vence GP espetacular do Brasil

Lewis Hamilton – GP do Brasil 2018

Lewis Hamilton venceu um dos melhores GPs do Brasil dos últimos anos. Contando com uma ajuda determinante de Ocon – que bateu em Verstappen quando o holandês liderava para a vitória -, Hamilton aproveitou a oportunidade e conseguiu se manter à frente de Verstappen até o fim.

Foi a décima vitória Lewis Hamilton em 2018, que garantiu o campeonato de construtores para a Mercedes em um dramático e sensacional GP do Brasil, uma corrida que, apesar do tempo seco, teve muitas reviravoltas e ultrapassagens bonitas entre os oito primeiros.

Max Verstappen assumiu a liderança de Hamilton o ultrapassando logo após sua parada para a troca de pneus, mas foi golpeado de forma quase absurda por Esteban Ocon na segunda perna no S do Senna e rodou. O piloto da Red Bull conseguiu voltar e terminou a corrida em segundo, 1,5 segundos atrás do vencedor, enquanto Hamilton lutava com problemas na unidade de potência e pneus muito deteriorados.

Verstappen – com razão – ficou muito furioso e empurrou Ocon repetidamente quando eles se encontraram depois da corrida.

Veja:

O pódio foi completado por Kimi Raikkonen, que trocou de lugar com Sebastian Vettel três vezes durante a corrida. Ele passou Vettel quando seu companheiro de equipe errou na curva do Lago (como havia acontecido duas vezes no Q3 de sábado) no início, perdeu a posição nos boxes, então recuperou quando Ferrari disse para Vettel deixar passá-lo no último terço da corrida.

Valtteri Bottas ficou em segundo, mas caiu para quinto, atrás do recuperado Daniel Ricciardo e um lugar à frente de Vettel, que teve uma corrida conturbada para chegar em P6.

A Sauber liderou o meio do grid com Charles Leclerc, embora seu companheiro de equipe Marcus Ericsson tenha abandonado logo no início. Romain Grosjean levou o carro da Haas para casa, enquanto o companheiro de equipe Kevin Magnussen abandonou após um embate na primeira volta com Magnussen.

Sergio Perez completou o top 10. Brendon Hartley chegou em P11 depois de uma longa discussão no rádio da Toro Rosso, quando o companheiro de equipe Pierre Gasly repetidamente se recusou a aceitar uma ordem para deixá-lo passar. Carlos Sainz separou os dois pilotos da Toro Rosso no final.

Nico Hulkenberg foi o único outro piloto que não conseguiu ver a bandeira quadriculada, depois que a Renault o chamou para o box por uma razão ainda não confirmada no início da corrida.

A última corrida de Fernando Alonso na F1 no Brasil viu o espanhol chegando em P17 duas voltas atrás do líder. Uma despedida(?) de Interlagos muito triste para um dos melhores pilotos de todos os tempos.

Veja a classificação final do GP do Brasil de 2018

Pos Piloto Equipe – Motor Voltas Diferença
1 Lewis Hamilton Mercedes 71 1h27m09.066s
2 Max Verstappen Red Bull/Renault 71 1.469s
3 Kimi Raikkonen Ferrari 71 4.764s
4 Daniel Ricciardo Red Bull/Renault 71 5.193s
5 Valtteri Bottas Mercedes 71 22.943s
6 Sebastian Vettel Ferrari 71 26.997s
7 Charles Leclerc Sauber/Ferrari 71 44.199s
8 Romain Grosjean Haas/Ferrari 71 51.230s
9 Kevin Magnussen Haas/Ferrari 71 52.857s
10 Sergio Perez Force India/Mercedes 70 1 Volta
11 Brendon Hartley Toro Rosso/Honda 70 1 Volta
12 Carlos Sainz Renault 70 1 Volta
13 Pierre Gasly Toro Rosso/Honda 70 1 Volta
14 Stoffel Vandoorne McLaren/Renault 70 1 Volta
15 Esteban Ocon Force India/Mercedes 70 1 Volta
16 Sergey Sirotkin Williams/Mercedes 69 2 Voltas
17 Fernando Alonso McLaren/Renault 69 2 Voltas
18 Lance Stroll Williams/Mercedes 69 2 Voltas
Nico Hulkenberg Renault 32 Abandonou
Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 20 Abandonou

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.