F1 – Hamilton: Ferrari vai voltar mais forte

Mercedes e Ferrari

Lewis Hamilton acredita que o fraco desempenho da Ferrari na abertura na Austrália é provável que seja único e a Mercedes não pode esperar ser tão dominante para o restante da temporada de 2019 de Fórmula 1.

O companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas, esmagou a oposição para uma confortável vitória no GP da Austrália, enquanto o britânico conquistou o segundo lugar apesar de sofrer danos no seu carro nos estágios iniciais da corrida, enquanto a Ferrari sofreu por todo o fim de semana com seu ritmo e desempenho.

Com Sebastian Vettel sendo ultrapassado por Max Verstappen, da Red Bull, enquanto o novo companheiro de equipe Charles Leclerc foi ordenado a ficar atrás do piloto alemão pelo quinto lugar, perguntas sérias foram feitas para a Ferrari, já que espera entender seu problema de ritmo pois foi considerada a equipe mais rápida nos testes de pré-temporada.

Hamilton duvida que o ritmo da Ferrari tenha desaparecido completamente e espera que a fabricante italiana lute com força na próxima rodada no Bahrain, devido aos diferentes desafios de circuito, temperatura e configuração que produz, comparado à Albert Park.

“Ninguém esperava ter uma lacuna como essa”, disse Hamilton. “O que me foi mostrado e fui levado a acreditar, a partir da análise que nos foi dada, foi que eles estavam à frente. Obviamente não foi o caso durante este fim de semana”.

“Não sei bem por que o desempenho deles foi como foi, mas eu não diria que nós entregamos mais. Nós fizemos nosso trabalho normal no sentido de nossas operações, a equipe fez um trabalho excepcional durante todo o fim de semana”.

“Eu não sei qual foi o problema deles, mas tenho certeza que eles voltarão fortes nas próximas corridas, então temos que ficar na ponta dos pés”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.