F1 – Haas: Renault quebrou acordo com protesto de Grosjean

Haas e Renault

Guenther Steiner, chefe da equipe Haas, diz que a Renault quebrou um acordo entre as equipes com o protesto do GP da Itália e acredita que os comissários estavam “errados” ao desclassificar seu carro.

Romain Grosjean perdeu seu sexto lugar na corrida depois que os comissários aceitaram um protesto da Renault contra o desenho de seu assoalho.

As equipes já haviam anteriormente concordado em abordar questões de legalidade antes que a corrida comece para impedir que os carros sejam desclassificados depois, explicou Steiner.

“Eles podem dizer que se isso não for consertado, vamos protestar contra você”, disse ele, apontando que nenhuma equipe havia protestado contra uma rival por vários anos. “Foi antes do meu tempo da última vez que isso foi feito”.

“Eu não sei como eles fizeram isso, mas é uma dessas coisas. A Renault fez o que precisava fazer, mas acho que muitas pessoas a questionaram internamente e estão certas”.

Steiner disse que ele não teria protestado contra a Renault se o carro deles tivesse violado a mesma regra. “Eu teria feito o que outras pessoas fizeram antes”.

“Mas a Renault está em uma situação que eles precisam ter certeza de que não serão ultrapassados pela quarta posição nos construtores. E acho que eles achavam que precisavam fazer alguma coisa ou terminariam em quinto”.

O apelo de Haas contra a desclassificação será analisado em novembro. “Estamos nos preparando para isso com base no que achamos que não estava correto em nos desclassificar”, disse Steiner.

“Eu não quero entrar em detalhes técnicos aqui, porque isso terá menos efeito no tribunal de apelação se falar aqui – não é correto para o tribunal de apelação e não é minha melhor chance. Então ir lá e mostrar nosso caso sobre como se desenvolveu e como achamos que os comissários chegaram à conclusão errada, faz todo sentido”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP de Cingapura da Formula 1!

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.