F1 – GP da Austrália minimiza ameaça das queimadas

Queimadas na Austrália

Andrew Westacott, chefe do GP da Austrália, minimizou os relatos de que as queimadas poderiam ameaçar a realização da abertura da temporada 2020 em março.

Relatos da mídia internacional na quarta-feira alegaram que as autoridades da Fórmula 1 estão “monitorando” a situação na Austrália, onde incêndios florestais inéditos estão devastando vários estados.

Segundo informações, a qualidade do ar em Canberra, capital australiana que fica a 600 quilômetros de Melbourne, é a pior de todo o mundo no momento.

Contudo, Westacott, chefe da Corporação do GP da Austrália, minimizou o potencial impacto para a F1.

“Melbourne não está sendo afetada pelos incêndios, eles estão basicamente a leste, a pelo menos 200 ou 300 quilômetros de distância”, declarou ele à agência de notícias PA Sport.

“Tudo está realmente centrado na mudança das condições do vento que provoca uma degradação da qualidade do ar. Porém, com nosso evento ocorrendo daqui a dois meses, estamos nos preparando normalmente”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.