F1 fica um passo mais perto da África

GP da África do Sul – 1992

A Fórmula 1 está ficando um passo mais próxima da África.

No ano passado, Sean Bratches, ex-chefe comercial da categoria, observou: “Agora, nós estamos correndo em cinco continentes. A África é o último continente habitável onde nós não corremos. Queremos mudar isso”.

Portanto, é interessante que a F1 tenha anunciado a realização de um festival para fãs nas ruas de Joanesburgo, África do Sul, em março. Mercedes, Renault e Red Bull já confirmaram sua participação.

“A África do Sul tem um lugar muito especial na história da F1 e nós continuamos comprometidos a retornar para lá no futuro”, disse Ellie Norman, chefe de marketing da F1.

Jody Scheckter, campeão mundial de 1979 que foi nomeado como “presidente do GP da África do Sul” pelo boletim de imprensa da F1, também estará envolvido no evento.

A África do Sul sediou 33 GPs, o mais recente deles em 1993.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.