F1 – FIA propõe aerodinâmica ativa para 2021

Asa traseira da Red Bull

A FIA está propondo que os carros de Fórmula 1 tenham uma aerodinâmica ativa em 2021.

A notícia foi relatada pela revista alemã Auto Motor und Sport e surgiu em meio à pressão de algumas equipes para que as grandes mudanças nos carros de 2021 sejam minimizadas.

Lideradas pela Mercedes, acredita-se que algumas equipes querem que a Liberty e a FIA concordem em manter o regulamento basicamente igual.

Porém, Jean Todt, presidente da federação, descartou essa possibilidade. “Não mudará muito”, afirmou uma fonte, referindo-se ao conceito proposto do carro de 2021.

Entretanto, o que a FIA pode estar aberta a alterar é a aerodinâmica ativa, que poderia tornar ainda mais fácil os carros seguirem uns aos outros de perto e deixar o DRS obsoleto.

A ideia da aerodinâmica ativa surgiu na mais recente reunião do grupo de trabalho técnico devido à preocupação de que as ultrapassagens ficarão progressivamente mais difíceis conforme o desenvolvimento de 2021 for avançando.

“No começo, o carro que está seguindo terá 90% de seu downforce, mas isso mudará a cada passo de desenvolvimento”, avisou Marcin Budkowski, da Renault. “Se voltará a ser 50%, como nos carros atuais, ninguém pode saber hoje”.

A esperança é que a aerodinâmica ativa, dando aos pilotos a capacidade de ajustar as asas e outras partes do carro enquanto seguem um rival de perto, permita que os carros de 2021 continuem proporcionando boas corridas.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.