F1 – Ferrari não é mais sinônimo de excelência, diz Briatore

Ferrari

Apesar de a marca global Ferrari continuar forte, a saúde da equipe de Fórmula 1 baseada em Maranello está menos impressionante.

Essa é a opinião de Flavio Briatore, ex-chefe de equipe, que foi questionado pela Radio 105 da Itália se acredita que a Ferrari ainda se destaca pela “excelência”.

“A marca é uma excelência”, respondeu ele. “Para a equipe, o momento é muito difícil. Não é uma excelência em competitividade na Fórmula 1, mas a marca é bastante forte no mundo”.

De fato, agora já faz mais de seis anos que Kimi Raikkonen conquistou o título de 2007, e 2014 é a quinta campanha da Ferrari desde que o piloto mais bem pago da Fórmula 1, Fernando Alonso, se juntou à organização de Maranello.

“Dentro de (Stefano) Domenicali (chefe da equipe), o medo de a situação não mudar é cada vez maior”, comentou o Gazzetta dello Sport na terça-feira.

A especulação de que Alonso poderia retornar à McLaren para substituir Jenson Button e liderar a nova era Honda da equipe britânica a partir de 2015 se intensifica a cada dia.

“Oito anos desde o último título de Fernando”, acrescentou o Gazzetta. “Como ele poderia ser impedido de ir para outra equipe?”

Alonso admitiu no Bahrain no último fim de semana que esperava conquistar um terceiro título com relativa rapidez quando se juntou à Ferrari em 2010.

“Este resultado (nono lugar) diz a verdade”, declarou Alonso à agência de notícias alemã SID. “Atualmente, somos apenas a quinta melhor equipe do campeonato. A verdade é que este resultado é o máximo que podemos fazer”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.