F1 – Ferrari e Williams são contra adiamento das regras de 2021

Williams e Ferrari

A Ferrari não compartilha o desejo de Mercedes e Red Bull de adiar a revolução nas regras da Fórmula 1 e espera que elas sejam aprovadas mesmo estando incompletas.

Na semana passada no México, Mercedes e Red Bull expressaram seu desejo de adiar as novas regras para 2022 e manter apenas o teto orçamentário de $175 milhões em 2021 a fim de desenvolver o regulamento “imaturo”.

Entretanto, Mattia Binotto, chefe da Ferrari, disse ao site Autosport: “Nós não apoiamos isso. Não há razão para adiar. Podemos discutir se o regulamento é adequado e se nós o queremos. Porém, quando você definir quais serão as novas regras, elas devem ser implementadas”.

A Ferrari não é a única que acredita que a F1 deve insistir em suas ideias para 2021 mesmo que alguns detalhes ainda não estejam completamente finalizados. McLaren e Williams têm sido fortes defensoras das novas regras, e Claire Williams afirmou que é “fundamentalmente contra” um atraso.

“Esse regulamento está sendo publicado muito tarde”, declarou ela. “Nós o adiamos uma vez em agosto, ele poderia estar pronto. Já estamos falando sobre isso há dois anos e meio. Com certeza, ele poderia estar pronto, e em nossa opinião, o regulamento técnico está pronto”.

“Nós estamos felizes com ele. Claramente, alguns ajustes precisam ser feitos, o que é possível mesmo com a publicação em 31 de outubro. Nós não queremos adiar o regulamento pelo bem da categoria, e o mais importante, pelo bem de equipes como a nossa e outras em uma situação similar. É realmente importante que as pessoas entendam essa mensagem”.

Clique AQUI para apostar no GP dos EUA

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.