F1 – Expectativas para o GP do Brasil 2017 – Red Bull

Max Verstappen e Daniel Ricciardo

Daniel Ricciardo

“Eu realmente gosto da América do Sul em geral, então estou sempre entusiasmado com o GP do Brasil. No ano passado, o clima úmido foi divertido e não me importaria com mais um pouco de chuva neste ano, como eu sei, eu poderia fazer melhor. Estou certo de que posso obter um bom resultado, mas até o momento não tenho uma corrida de destaque no Brasil, espero que isso mude este ano.

“O circuito em si não é o que eu costumo procurar em uma pista. Não tem nenhuma curva notável de alta velocidade que eu geralmente gosto muito, é bastante lento e curto, o que não é excitante, o que não significa que vou tentar menos um resultado forte.

“Os fãs no Brasil são alguns dos mais ruidosos, muitos apitos, trombetas e uma vibração geral do carnaval. A área da cidade onde a pista está localizada é bastante autêntica, então você recebe muitos fãs locais que vêm para assistir a corrida, é uma boa alma e paixão. Além de experimentar o apoio brasileiro, também estou ansioso por um bom churrasco no Fogo de Chão”.

Max Verstappen

“Estamos buscando outro desempenho forte em Interlagos seguindo uma corrida realmente divertida no molhado no ano passado. Gostei muito de 2016, houve grandes batalhas e ultrapassagens que resultaram em um pódio conquistado. Eu também tive um grande momento perto da entrada do pit lane, consegui salvar e continuar a alcançar um bom resultado. Como você esperaria, eu estou esperando por outro fim de semana de corrida úmida, pois não acho que possamos ser tão competitivos lá em seco, especialmente com as mudanças de elevação na reta, não é nosso ponto mais forte.

“Sendo um grid de largada tão estreito, muitas vezes você acaba muito perto da arquibancada, que é uma experiência muito original e emocionante. Os fãs brasileiros são muito apaixonados e vocais, por isso é sempre especial sentir a atmosfera da multidão antes do início. Acho que a história da F1 no Brasil significa que tem um seguimento maciço e isso é claro de se ver no fim de semana da corrida.

“A comida no Brasil é muito boa, os restaurantes de churrascaria servem carnes mal-passadas e grelhadas. Embora seja quase o final da temporada, ainda tenho que ter cuidado com o que eu como para manter o peso correto, isso é uma pena, porque eu gostaria de me envolver na culinária local”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.