F1 – Escudo não vai parar os ‘acidentes azarados’, diz Verstappen

Max Verstappen

Max Verstappen

Max Verstappen diz que o risco de lesões ou morte permanecerá na Fórmula 1, independentemente de a categoria adotar o novo dispositivo de proteção do cockpit, o ‘Escudo’.

O novo conceito – visto apenas nos desenhos técnicos até agora – age como um escudo que se estende da parte superior do nariz até o cockpit, mas termina antes de dar uma proteção completa como um ‘cockpit fechado’.

Embora considerado mais favorável do que o conceito Halo que substitui, o Escudo – que irá sofrer desenvolvimento com vista a ser implementado para 2018 – continua a dividir a opinião entre os pilotos.

Verstappen, da Red Bull, diz que o Escudo não elimina a possibilidade de acidentes e lesões esquisitas que ocorrem em uma categoria onde não são banais de qualquer maneira.

“A Fórmula 1 é uma corrida de cockpit aberto e sempre há riscos em todas as categorias, faz sempre parte disso. Claro que existem alguns acidentes muito azarados que aconteceram no passado, mas você não pode controlá-los e o escudo não fará a diferença nisso”.

“Você sabe quando um pneu voar e cair, o Escudo não o protegerá. Eu realmente não gosto, não parece muito legal, e me lembro da F1 como é agora, com cockpits apenas abertos”.

“É por isso que eu gosto de pilotar, e quando você olha para essas propostas, não parecem muito boas, então eu não gostaria de pilotar assim”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.