F1 – Equipes não tem que concordar com novo calendário

Chase Carey

As equipes de Formula 1 não terão que concordar em remarcar o calendário para a temporada de 2020, disse Chase Carey, CEO da F1.

As sete primeiras corridas de 2020 foram afetadas pela pandemia de coronavírus, com seis delas anunciando um evento adiado.

O GP de Mônaco se tornou o primeiro evento a anunciar que sua corrida em 2020 não iria adiante, pois não consegue encontrar um fim de semana adequado para sediar a F1 no final do ano.

À medida que o coronavírus continua a se espalhar, a natureza imprevisível da pandemia significa que é extremamente difícil prever quando e se a temporada 2020 poderá começar.

A primeira corrida programada está agora em Baku, em junho. Se a F1 e a FIA decidirem um calendário alternativo para disputar a temporada, as equipes não terão que concordar com o assunto.

“Na reunião, houve total apoio aos planos de reagendar o maior número possível de corridas adiadas, assim que for seguro”, disse um comunicado.

“A Formula 1 e a FIA agora trabalharão para finalizar um calendário revisado de 2020 e consultarão as equipes, mas, como acordado na reunião, o calendário revisado não exigirá sua aprovação formal.

“Isso nos dará a flexibilidade necessária para acertar os horários revisados ​​com os promotores de corrida afetados e estar pronto para começar a correr no momento certo”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.