F1 – Equipes foram forçadas a reprojetar carros de 2018

Escudo

Escudo

Várias equipes de Fórmula 1 foram forçadas a retirar elementos de seus projetos para a temporada de 2018 depois que a FIA optou por abandonar sua proposta para o ‘Escudo’ a favor do dispositivo de proteção do cockpit ‘Halo’.

A FIA confirmou no mês passado que continuará com a implantação do controverso Halo no projeto dos carros de F1 do ano que vem, apesar de o órgão ter passado grande parte do ano focando no desenvolvimento de um dispositivo alternativo chamado ‘Escudo’.

Na verdade, tal era a expectativa de que o Escudo recebesse a luz verde para 2018, que as equipes começaram a projetar seus carros ao redor do dispositivo, apenas para que a FIA o abandonasse quase imediatamente após o primeiro teste em Silverstone devido a problemas com visibilidade e turbulência.

De acordo com o chefe da Haas, Gunther Steiner, a mudança repentina o levou, junto com algumas equipes rivais, a ser cauteloso em termos de projeto dos carros do próximo ano.

“Começamos com o Escudo. Com certeza, não é bom desenvolver algo, não é como se parássemos o desenvolvimento em dezembro, ainda estamos em julho e começamos com o carro de 2018, mas começamos com as suspensões e todas essas coisas. E apenas colocamos o Escudo e agora o retiramos”.

“Nós fizemos algum trabalho que desperdiçamos, mas muitas outras equipes também fizeram. As que não iniciaram isso estão atrasadas de qualquer maneira, então é dar e receber. Podemos sentar aqui e adivinhar o quanto isso nos desviou. Nós nunca saberíamos o quanto foi”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.