F1 – Equipes do topo ainda vão dominar em 2021

Gunther Steiner

As três primeiras colocadas deverão continuar dominando em 2021, de acordo com o chefe da equipe Haas, Gunther Steiner.

Na verdade, as grandes mudanças técnicas, esportivas e financeiras são projetadas para ajudar as equipes menores a fechar a lacuna em relação ao grande orçamento de Mercedes, Ferrari e Red Bull.

Mas em 2020, as grandes equipes estarão livres para projetar seus carros para 2021 fora dos limites de um teto orçamentário.

Recentemente, a Red Bull propôs que as regras sejam adiadas para 2022, para que o teto orçamentário esteja em vigor enquanto as equipes estão preparando os novos carros.

“Infelizmente, não consegui que Jean Todt e Chase Carey apoiassem essa ideia”, disse o chefe da equipe, Christian Horner, à revista alemã Auto Motor und Sport. “Acho que é um erro zerar tudo ao mesmo tempo. Se tivéssemos atrasado um ano o início das regras, todas as equipes teriam o mesmo ponto de partida”.

“Mas agora, as grandes equipes podem desenvolver o carro de 2021 com toda a sua potência fora do limite orçamental. É uma vantagem em relação às pequenas equipes”, explicou ele.

O chefe da Haas, Steiner, concorda com Horner. “As grandes equipes só têm mais recursos e mais pessoas para desenvolver o carro de 2021 de acordo com as novas regras, enquanto ao mesmo tempo desenvolvem um carro de 2020”, disse ele.

“Nos primeiros anos, não vejo uma grande diferença na ordem de hierarquia entre as equipes. Haverá ainda as três grandes e depois o resto. Sabemos disso. Esperamos que a diferença baixe um pouco para as grandes com o passar do tempo”, acrescentou Steiner.

Clique AQUI para apostar no GP de Abu Dhabi

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.