F1 – Equipes assinam acordo aceitando teto orçamentário

Fórmula 1

A finalização do controverso regulamento de 2021 foi oficialmente adiada até o final de outubro.

Anteriormente, o prazo para a publicação do regulamento técnico, esportivo e financeiro para o período pós Pacto de Concórdia era junho. Mas as equipes estão divididas em vários tópicos importantes, levando a FIA a convocar uma reunião de emergência que foi realizada em Paris na quinta-feira.

Lewis Hamilton e Nico Hulkenberg inclusive compareceram à reunião na sede da federação na Praça da Concórdia, após um convite de Jean Todt devido aos recentes comentários críticos feitos por vários pilotos.

“Nos interesses do esporte, foi concordado que o melhor resultado será alcançado usando o tempo extra para um refinamento maior e consultas adicionais”, afirmou uma declaração depois da reunião.

O que também foi concordado, mas não mencionado na declaração, é que a Liberty Media pediu para as equipes assinarem um documento prometendo aceitar certas regras que beneficiam as competidoras menores.

Elas incluem o teto orçamentário de 175 milhões de dólares, a padronização de certas partes, novas regras de parque fechado e tempos nos treinos livres e a continuação dos motores atuais.

Segundo o Gazzetta dello Sport, a Liberty vai anunciar “unilateralmente” as regras de 2021 antes do novo prazo de outubro se as equipes grandes quebrarem o acordo.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.