F1 – Coulthard sente pelo “bode expiatório” Boullier

Eric Boullier

O ex-piloto de Fórmula 1 David Coulthard diz que simpatiza com Eric Boullier após sua saída da McLaren e apoiou sua ex-equipe para se recuperar de sua atual crise.

Boullier deixou o cargo de diretor de corridas em meio a uma remodelação administrativa anunciada na véspera do fim de semana do GP da Inglaterra, após rumores de que a equipe teria sofrido distúrbios internos depois de um início difícil da temporada de 2018.

A McLaren esperava fazer progressos significativos em sua nova parceria com a Renault nesta campanha, mas até agora tem sido incapaz de atender às suas altas expectativas de pré-temporada, levando a uma série de mudanças importantes na administração e nas fileiras técnicas da equipe.

Mas Coulthard, que conquistou 12 vitórias e terminou em segundo lugar no campeonato de 2001, durante seus nove anos de convívio com a equipe de Woking, acredita que Boullier injustamente assumiu grande parte da culpa pelas recentes dificuldades da McLaren.

“Você tem que se sentir um pouco por Eric Boullier porque eu não o vi projetar, construir ou dirigir o carro, mas ele foi demitido porque alguém tem que ser o bode expiatório”, disse Coulthard ao site Crash.net.

“É muito decepcionante [ver] duas grandes equipes britânicas [McLaren e Williams] que tiveram um papel importante na minha carreira, tendo as dificuldades que estão enfrentando”.

Quando perguntado se ele se sente confiante de que a McLaren vai se recuperar de sua atual crise, Coulthard respondeu: “Sim, absolutamente. A McLaren estará de volta”.

“Eu sinto que o desempenho futuro é mais brilhante para a McLaren, dado o impulso do grupo maior de empresas e investidores que eles têm”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.