F1 – Comentários pós corrida – Toro Rosso – GP de Cingapura 2018

Pierre Gasly

Pierre Gasly, 13º colocado
Foi uma corrida um pouco estranha hoje. Fiz uma boa largada, ganhei três posições e estava em 12º após a primeira volta. Nós arriscamos com os pneus e largamos com o hipermacio, mas acabou sendo muito mais difícil do que pensávamos e eu realmente lutei para que eles resistissem até o fim do stint. Depois do primeiro pit-stop, eu fiquei na confusão com Sirotkin e Grosjean e perdi bastante tempo com todas as bandeiras azuis. Tentei fazer o máximo dentro do carro, mas não tive velocidade para lutar por pontos o fim de semana inteiro.

Brendon Hartley, 17º colocado
Nós jogamos os dados hoje e decidimos parar cedo. Eu estava mais rápido do que os pilotos à frente estando com o hipermacio. Nós trocamos para o ultramacio e muitos pilotos nos cobriram, o que nos deixou novamente no tráfego, portanto não funcionou. Decidimos fazer outro pit-stop, fiquei preso atrás da Williams e perdi uma posição para Magnussen. Houve algumas boas brigas na pista, mas não tivemos velocidade para pontuar hoje. É decepcionante, já que tínhamos grandes expectativas para Cingapura. Foi uma prova dura, chegamos ao fim, mas não há celebrações hoje. Escolhemos largar com o hipermacio porque sabíamos que nossos pneus poderiam resistir mais do que os dos outros ao nosso redor e esperávamos ganhar terreno na primeira volta. Foi um pouco complicado porque Ocon bateu no muro, mas fomos competitivos no primeiro stint com o hipermacio. Tentamos fazer algo diferente para escalar o pelotão, mas não deu certo.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.