F1 – Comentários pós classificação – Toro Rosso – GP do Brasil 2018

Pierre Gasly

Pierre Gasly, P9: Eu me senti muito bem com a classificação, é uma grande conquista entrar no Q3 hoje. Estou feliz com o meu desempenho e P9 é uma boa posição para começar a partir de amanhã (devido à punição de Ricciardo). Foi muito estressante e emocionante ao mesmo tempo em toda a sessão. A chuva aumentou no Q1, mas conseguimos juntar tudo para chegar ao Q2 e depois ao Q3. Foi complicado, porque nessas condições de tempo você nunca sabe o que esperar, quanta aderência você terá quando se aproximar das curvas, o quão molhadas elas estarão, mas eu acho que nos saímos muito bem no final. Mesmo ao terminarmos a classificação de hoje no top 10, não será uma corrida fácil, pois os nossos concorrentes são muito rápidos. Espero que tenhamos algumas boas batalhas e eu irei certamente buscar marcar mais alguns pontos amanhã.

Brendon Hartley, P17: Eu fiquei a dois centésimos de segundo de ir para o Q2 hoje, o que é irritante. Eu cometi um erro na minha volta com uma grande freada na curva 8, danifiquei o pneu e perdi cerca de um décimo e meio, o que fez a diferença de uma tentativa no Q2. Foi complicado com a chuva, mas eu tinha boas informações dos boxes e meus engenheiros sobre as condições da pista. Eu estava feliz com o carro e quero agradecer à equipe pelo bom trabalho nos últimos dias, depois que eu não fiquei muito feliz com o equilíbrio nos treinos livres. As margens estavam apertadas hoje e perdemos por pouco. Vai ser uma corrida difícil para nós, mas o carro parecia decente e qualquer coisa pode acontecer amanhã, especialmente se tivermos condições mistas como está previsto.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.