F1 – Chefe da Mercedes mudou opinião sobre o halo

Sauber de Leclerc com halo amassado

Toto Wolff diz que alterou sua opinião sobre a introdução do dispositivo de segurança halo na Fórmula 1 depois que uma investigação da FIA sugeriu fortemente que ele salvou Charles Leclerc de uma lesão grave no grande acidente no início do GP da Bélgica deste ano.

O chefe da equipe Mercedes já havia brincado sobre seu desejo de usar uma motosserra no halo, acrescentando sua voz aos muitos detratores sobre seu impacto estético nos carros de Fórmula 1.

No entanto, a opinião mudou significativamente após o fim de semana de Spa-Francorchamps, onde a McLaren de Fernando Alonso patinou por cima do carro de Leclerc depois do contato com Nico Hulkenberg na primeira volta.

A investigação da FIA sobre o incidente determinou que Leclerc provavelmente escapou de ser atingido na cabeça pela asa dianteira de Alonso – o suficiente para convencer Wolff de que o halo pertence à F1.

“Sim, eu mudei de ideia”, disse Wolff na festa de entrega de prêmios da FIA. “Eu ainda não gosto da estética disso, e espero que possamos encontrar uma solução no futuro que pareça boa”.

“(Mas) eu realmente gosto do Charles, ele é um jovem corredor que merece estar na Fórmula 1 e eu não teria me perdoado se tivéssemos votado contra o halo, nós teríamos tido um incidente grave com um resultado potencialmente catastrófico”, explicou.

“Então, mesmo que não seja esteticamente o que eu gosto, é uma super iniciativa que mostrou seu mérito. Estou feliz que Jean (Todt, o presidente da FIA) tenha pressionado e eles não me deram uma motosserra no início da temporada”, lembrou Wolff.

“Precisamos obter o equilíbrio certo entre estética e segurança. Eu pessoalmente gosto das coberturas fechadas como caças a jato. Entre as equipes e a FIA e o detentor dos direitos comerciais, precisamos apenas trabalhar de forma proativa e colaborativa para encontrar soluções que sejam ótimas e salvem vidas”, concluiu ele.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.