F1 – Brundle: Ordens de equipe da Ferrari humilharam Leclerc

Charles Leclerc

O ex-piloto de Fórmula 1 que virou comentarista Martin Brundle advertiu a Ferrari que eles arriscam prejudicar a “credibilidade” de Charles Leclerc se eles continuarem a consigná-lo para um papel de número dois.

A Ferrari mais uma vez levantou controvérsias quando, na China, eles usaram ordens de equipe para colocar Sebastian Vettel à frente de Charles Leclerc na pista.

Enquanto os chefes da Scuderia insistem que tomaram a decisão certa, aqueles que olham de fora acham que perderam o terceiro e quarto lugares na corrida.

Embora Vettel tenha sido liberado pela troca, ele não foi capaz de perseguir os pilotos da Mercedes, enquanto Leclerc caiu para a quinta colocação, superado por Max Verstappen.

Dando sua opinião sobre o assunto, Brundle escreveu em sua coluna da Sky Sports: “A percepção geral era de que Vettel e seu ajuste tinha a Ferrari mais veloz em Xangai, e quando ele ficou atrás de Leclerc, com os Mercedes se afastando na frente, a equipe teve que fazer algo sobre isso”.

“Eles ordenaram que Leclerc o deixasse passar, o que, é claro, é humilhante e frustrante para o jovem monegasco, e especialmente irritante depois que a confiabilidade do carro lhe roubou uma gloriosa vitória duas semanas antes”.

“Eles não devem prejudicar sua credibilidade e pintá-lo como um papel de apoio, que é prejudicial psicologicamente e à reputação, e não é fácil de reverter”.

Xangai não foi a primeira vez nesta temporada que a Ferrari se voltou para as ordens das equipes, usando-as na Austrália e novamente no Bahrain.

Nas três ocasiões eles favoreceram Vettel.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.