F1 – Brown tem expectativa de ganhos substanciais com a Renault

McLaren

O chefe da McLaren, Zak Brown, diz que a equipe pode esperar uma “diferença substancial” no desempenho desta temporada em meio a sua aliança com a nova parceira Renault.

A McLaren abandonou a Honda após três anos, atormentada por uma falta de confiabilidade e desempenho para se ligar com a Renault, na medida em que se esforça para subir no grid da Fórmula 1.

Falando no Centro Nacional de Exposições em Birmingham, Brown expressou otimismo de que a Renault resolveu os problemas que prejudicaram a temporada de 2017 e espera lucrar com seus ganhos.

“A Renault conseguiu mais potência, [ela teve] alguns problemas de confiabilidade quando aumentaram a potência”, disse ele. “O México foi uma questão de cenário, Max [Verstappen] ganhou a corrida de uma forma bastante dominante, então ela conseguiu um motor rápido”.

“Ela identificou algumas áreas de fraqueza na confiabilidade, acho que o motor de corrida está muito próximo entre os três, não acho que os motores sejam o maior problema na Fórmula 1”.

“Os três primeiros estão bastante próximos e todos ganharam corridas no ano passado, de modo que claramente não têm uma diferença tão grande entre esses três – a Honda tem algum déficit a tirar – mas estamos bastante confiantes”.

“Nós não somos perfeitos, certamente temos espaço para melhorar, nossas paradas de boxes não são boas o suficiente, precisamos estar no Top 3, então nós temos algumas áreas que podemos melhorar”.

“Mas a falta de potência foi a nossa maior área de fraqueza, então acho que, quando tivermos a Renault, devemos ver uma diferença substancial na Austrália”.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.