F1 – Binotto: Vettel continua focado em ser campeão na Ferrari

Sebastian Vettel

Mattia Binotto está convencido de que Sebastian Vettel continua focado em ser campeão mundial com a Ferrari, apesar das dificuldades da equipe em 2019 e da suposta desilusão de Vettel com a Fórmula 1.

O tetracampeão mundial disse após a controversa punição que lhe custou a vitória no GP do Canadá que a F1 “não é mais o esporte pelo qual me apaixonei”, mas também vem descartando as especulações de que poderia se aposentar já no próximo ano.

A pressão de seu novo companheiro Charles Leclerc e a contínua falta de sucesso no campeonato com a Ferrari provocaram sugestões de que o futuro de Vettel poderia estar fora de Maranello, mas Binotto afirmou que seu piloto ainda está determinado a alcançar a meta que estabeleceu quando veio para a equipe.

“Eu acredito que o objetivo dele não mudou – ser campeão mundial com a Ferrari”, declarou Binotto ao site Autosport. “E ele tem esse objetivo muito claro. Obviamente, o começo da temporada foi frustrante nesse aspecto porque significa que ele não está na melhor posição para cumprir essa meta em 2019”.

“Porém, por ter um objetivo tão forte, ele sabe exatamente o que está visando. Acho que é onde ele está encontrando sua motivação e isso não está comprometendo nada, então ele claramente ainda está se esforçando bastante porque sabe o que nós precisamos fazer e o que está buscando”.

A Ferrari e Vettel seguem sem vitórias em 2019, e o alemão está 94 pontos atrás do líder do campeonato Lewis Hamilton com nove corridas pela frente.

As chances de Vettel derrotar Hamilton em 2017 e 18 foram prejudicadas por vários erros que também ocorreram neste ano – com Vettel rodando no Bahrain, recebendo uma punição por escapar e retornar perigosamente à pista na frente de Hamilton no Canadá e batendo em Max Verstappen em Silverstone.

No entanto, Binotto avalia que os erros recentes de Vettel são resultado de sua tentativa de compensar a desvantagem da Ferrari contra sua principal rival Mercedes, pois “sempre fica mais fácil quando você tem um carro mais veloz”.

“Ele é muito analítico em sua maneira de encarar os problemas e a falta de ritmo, e creio que isso também está ajudando a equipe”, acrescentou Binotto. “Porque, no fim das contas, é só uma questão de olhar os fatos, entender o que está errado e o que precisa ser melhorado. Acho que ele tem a abordagem correta nesse aspecto”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.