F1 – Bélgica 2018: Vettel derrota Hamilton

Sebastian Vettel

Sebastian Vettel conquistou uma vitória dominante no GP da Bélgica, enquanto um acidente dramático na primeira curva foi o principal tópico de discussão no retorno do recesso de verão da Fórmula 1.

Vettel pegou o vácuo de seu rival Lewis Hamilton na reta Kemmel na primeira volta e ultrapassou o britânico da Mercedes; os pilotos da Racing Point Force India, Esteban Ocon e Sergio Perez, quase deixaram quatro carros lado a lado antes da Les Combes.

Ocon tirou o pé depois de ficar quase ao lado de Vettel, permitindo que o alemão completasse sua manobra sobre Hamilton, com Perez assumindo o terceiro lugar após passar seu companheiro de equipe por fora.

Isso ocorreu pouco antes da prova ser neutralizada devido a um forte acidente na primeira curva no qual Fernando Alonso voou por cima do carro de Charles Leclerc.

Nico Hulkenberg travou as rodas dianteiras e bateu na traseira de Alonso, que foi lançado na traseira e em seguida por cima da Sauber de Leclerc, atingindo o halo antes de cair. Os três abandonaram na hora, felizmente saindo ilesos.

A asa traseira de Daniel Ricciardo foi quebrada pela McLaren de Alonso, o que contribuiu para o piloto da Red Bull perder o traçado na La Source e tocar na Ferrari de Kimi Raikkonen, furando o pneu traseiro direito do finlandês.

Ricciardo e Raikkonen entraram nos pits para reparos antes de retornarem à pista, mas eles não completaram a corrida. Raikkonen parou logo em seguida, enquanto Ricciardo, que perdeu duas voltas, abandonou quando restavam 13 para o final.

Max Verstappen chegou em terceiro após ultrapassar a dupla da Racing Point Force India com manobras quase idênticas no começo da prova. O holandês terminou isolado, quase meio minuto atrás do vencedor e aproximadamente o mesmo tempo à frente de Valtteri Bottas.

O piloto da Mercedes largou no fim do grid por ter excedido seu limite de motores na temporada, mas se recuperou gradualmente e passou Perez a poucas voltas da bandeirada. Isso deixou a “nova” equipe Force India em quinto e sexto em sua estreia.

Romain Grosjean e Kevin Magnussen, da Haas, tiveram um GP discreto e eficiente para chegar em sétimo e oitavo, o que deixou a equipe apenas seis pontos atrás da Renault na disputa pelo quarto lugar no campeonato de construtores.

Pierre Gasly marcou dois pontos para a Toro Rosso-Honda com a nona posição, com Marcus Ericsson (Sauber) completando os 10 primeiros.

Classificação da prova:

Pos. Piloto Equipe Voltas Tempo/dif.
1 Sebastian Vettel FERRARI 44 1h23m34.476s
2 Lewis Hamilton MERCEDES 44 +11.061s
3 Max Verstappen RED BULL RACING 44 +31.372s
4 Valtteri Bottas MERCEDES 44 +63.605s
5 Sergio Perez FORCE INDIA MERCEDES 44 +71.023s
6 Esteban Ocon FORCE INDIA MERCEDES 44 +79.520s
7 Romain Grosjean HAAS FERRARI 44 +85.953s
8 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 44 +87.639s
9 Pierre Gasly TORO ROSSO HONDA 44 +105.892s
10 Marcus Ericsson SAUBER FERRARI 43 1 volta
11 Carlos Sainz RENAULT 43 1 volta
12 Sergey Sirotkin WILLIAMS MERCEDES 43 1 volta
13 Lance Stroll WILLIAMS MERCEDES 43 1 volta
14 Brendon Hartley TORO ROSSO HONDA 43 1 volta
15 Stoffel Vandoorne MCLAREN RENAULT 43 1 volta
16 Daniel Ricciardo RED BULL RACING 28 abandono
17 Kimi Raikkonen FERRARI 8 abandono
18 Charles Leclerc SAUBER FERRARI 0 abandono
19 Fernando Alonso MCLAREN RENAULT 0 abandono
20 Nico Hulkenberg RENAULT 0 abandono

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.