F1 – Autoridades suíças abrem investigação criminal contra Ecclestone

Bernie Ecclestone

Outra frente de guerra se abriu para Bernie Ecclestone, chefe executivo da Fórmula 1.

Com o julgamento desencadeado por uma companhia de mídia alemã tendo começado na terça-feira em Londres, Ecclestone foi acusado de ser “corrupto” pelos advogados da Constantin Medien, que estão buscando 171 milhões de dólares por danos.

Não só isso, Ecclestone ainda está esperando para ver se os promotores alemães irão prosseguir com suas acusações criminais, relacionadas ao pagamento de 44 milhões de dólares feito a Gerhard Gribkowsky, supostamente como suborno.

E agora soube-se que autoridades suíças abriram sua própria investigação criminal relacionada ao mesmo caso – a venda dos direitos comerciais da Fórmula 1 há alguns anos.

Após um relato no Financial Times, um porta-voz da promotoria de Genebra declarou à agência de notícias Bloomberg: “Uma investigação criminal foi lançada”.

O porta-voz disse que a investigação foi aberta após um pedido da Constantin. “Temos de estabelecer a veracidade dos fatos, e se eles constituem uma violação criminal”, acrescentou ele.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.