F1 – Alonso elogia carro da Indy após teste em Barber

Alonso em Barber Motorsport Park

Fernando Alonso completou o teste com um carro da Indy 2018 da Andretti na pista de Barber Motorsports Park.

Alonso conduziu a última máquina usada por Carlos Munoz em 2018 na Indy 500, convertida para circuito misto.

A McLaren fez questão de manter o teste o mais privado possível, sem meios de comunicação ou fãs autorizados a participar.

A Autosport entende que o construtor de chassi Dallara, não tinha presença no teste, e o apoio da IndyCar foi pequeno e considerado nada mais que “processual”.

Apesar das ameaças de mau tempo causadas pelo furacão Gordon, acreditava-se que a corrida de Alonso seria possível.

“Foi um bom dia, um dia divertido”, disse Alonso. “Eu amo testar carros novos e testar o Indycar em uma pista mista é algo especial.”

“Tive a sorte de testá-lo em condições molhadas, em condições intermediárias e em condições secas. De modo geral, tive uma boa sensação em todas essa condições.”

“O tempo estava bom para nós hoje – um pouco de vento à tarde, mas no geral um dia positivo”.

O teste foi a primeira experiência de Alonso num circuito misto em um Indycar, com sua única corrida anterior sendo no oval do Indianapolis Motor Speedway, quando ele liderou a corrida antes de quebrar.

No entanto, ele participou do fim de semana em Barber no ano passado, quando se familiarizou mais com o paddock da IndyCar.

“Provavelmente meu instinto vai me dizer que prefiro circuitos mistos, porque é o que eu tenho feito em toda a minha vida, mas a Indy 500 foi uma experiência incrível, então 50/50”, disse Alonso.

“Eu acho que amo a maneira como o carro se comporta em uma pista, mas eu amo o jeito que você compete em ovais, o tráfego e todas as manobras de ultrapassagem são um pouco fáceis nos ovais, então em termos de ação em pista eu amei a Indy 500.”

Alonso acrescentou que o teste estava em sua “lista de desejos”, com a Autosport entendendo que a Andretti tinha reservado várias datas de teste em 2018.

“Foi algo [o teste] que eu estava procurando no ano passado”, disse ele. “Eu tive algumas opções para testar o carro em um misto após a Indy 500.”

“Não encontramos tempo, mas este ano aconteceu definitivamente e estou feliz por isso.”

“Eu adoro estar atrás de um volante e, definitivamente, um carro novo, uma nova experiência, aprender muitas coisas da equipe, dos engenheiros, de todos, então foi um dia feliz.”

Alonso afirmou anteriormente que o teste não terá nenhuma influência em seu futuro no automobilismo, com o piloto da McLaren já tendo definido que sairá da F1 no final de 2018.

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.