F1 – Alonso: Companheiros de equipe anteriores ficaram muito mais para trás do que Vandoorne

Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne

Lembra-se da temporada de 2014? Fernando Alonso certamente sim, já que foi um ano em que ele superou seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen em 16 dos 19 Grandes Prêmios. E a estrela da McLaren usou suas façanhas há quatro anos para defender o atual parceiro, o pressionado Stoffel Vandoorne…

As dificuldades de Vandoorne nesta temporada andaram de mãos dadas com o MCL33 que não provou ser o passo em frente que a equipe esperava, e o belga tem sido mais lento que o seu companheiro espanhol na classificação nas últimas 17 corridas consecutivas.

Mas Alonso saltou em defesa de Vandoorne, e voltou para a temporada de 2014 para dar ao seu companheiro de equipe um impulso de confiança, que ele pode precisar depois de seu abandono de partir o coração na Hungria.

O espanhol só foi superado por Raikkonen em três corridas naquele ano, e foi em média meio segundo mais rápido que o finlandês na classificação – e ele sente que Vandoorne se saiu melhor durante o tempo em que trabalharam juntos.

“Acho difícil me bater”, brincou Alonso. “Ele sempre tem que ficar um pouco para trás. Mas se você ver os companheiros de equipe anteriores, eles ficariam muito mais para trás do que Stoffel. Como em 2014 ou algo assim, foram seis ou sete décimos para Kimi todas as corridas. Ele está menos que isso agora”.

“Eu não acho que a reputação dele está diminuindo. O carro é o que é. O carro está com baixo desempenho. Nós, como equipe, estamos tentando encontrar o problema e ter os dois carros nas mesmas condições, com o mesmo desempenho. Ele já mostrou seu talento. Não há necessidade de provas”.

Vandoorne entrou em sua temporada de estreia na Fórmula 1 no ano passado com uma reputação brilhante, tendo conquistado o título da GP2 de modo dominante em 2015 – e Alonso acredita que é apenas uma questão de tempo antes que ele entregue resultados na F1.

“Ser campeão em todas as séries antes da Fórmula 1, agora em um carro difícil, com algumas dificuldades no ano passado – e neste ano também. Ele está bem. Ele estará muito próximo no desempenho assim que o carro estiver apresentando a perfomance normal”.

Vandoorne está atualmente em 16º na classificação dos pilotos, com oito pontos – 36 a menos que Alonso.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.