Champagne retorna ao pódio da Fórmula 1

Sebastian Vettel

Sebastian Vettel

No ano passado, o patrocinador de longa data da categoria, Mumm, deixou o esporte, deixando os pilotos pulverizando garrafas de espumante Chandon no pódio.

No entanto, o patrocinador da McLaren, Chandon, que realmente faz um chardonnay espumante, terminou o namoro de várias décadas da F1 com o champagne.

Mas o jornal Washington Post informa que o champagne já está de volta, com garrafas de ‘Carbon’ pulverizadas na multidão por Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas na Hungria.

O jornal informa que cada garrafa que será pulverizada no pódio a partir de agora “está revestida com a mesma fibra de carbono que os carros de Fórmula 1 são feitos”.

“Para mim, isso tem uma ótima simetria com a Fórmula 1”, disse o chefe do Carbon Champagne, Alexandre Mea.

A história do champagne na F1 remonta a 1950, quando depois de um grande prêmio na região de Champagne na França, uma grande garrafa foi apresentada ao vencedor.

Mas não foi até 1966 quando, em Le Mans, a garrafa acidentalmente sacudida por Jo Siffert foi inadvertidamente pulverizada na multidão, iniciando a tradição.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.