Brabham nega retorno do nome à F1

f1-brabham-BT46B

Brabham BT46B – Niki Lauda

Um rumor circulou no paddock na semana passada, com base em uma história envolvendo um consórcio dos EUA supostamente interessado em comprar a Force India e trazer de volta o nome Brabham para a Fórmula 1.

A ambição final do grupo era supostamente lançar um supercarro Brabham, e usar a marca F1 como sua ferramenta promocional. Mas David Brabham, o filho de Sir Jack, negou a fofoca, insistindo que nenhum retorno do nome Brabham para as corridas está nos planos. Pelo menos não agora.

“Tivemos algumas abordagens de diferentes pessoas/organizações que querem discutir o licenciamento do nome Brabham em diferentes setores”, explicou Brabham. “Mas não passaram de conversa. Se eu gostaria de ver a Brabham de volta na F1 um dia? Claro, mas só se fizer sentido”.

“Se alguém nos abordar com uma proposta interessante e se encaixar muito bem com a nossa visão da marca, então seria tolo não ouvir. Não consigo ver uma situação como essa acontecendo por um tempo, especialmente porque os pagamentos da F1 favorecem as melhores equipes”, concluiu o ex-piloto.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.