Bia Figueiredo corre com protetor na mão em Long Beach

indy11-bia-350Ana Beatriz Figueiredo enfrenta duplo desafio no Toyota Grand Prix of Long Beach, válido pela segunda etapa do campeonato da Fórmula Indy, que será realizado neste domingo.

Além da disputa por uma boa posição de largada no desafiador circuito de rua da Califórnia,  a pilota da Ipiranga Dreyer & Reinbold Racing corre com a mão direita em recuperação da fratura sofrida há três semanas, em Saint Petersburg, utilizando um protetor de fibra de carbono. Nos dois treinos de sexta-feira, ela adaptou-se à nova situação.

“Foi um pouco difícil, porque para virar rápido em Long Beach, você tem que atacar as zebras, a pilotagem tem que ser superagressiva. A pista tem um monte de bumps, e o bracelete está prendendo meus movimentos na parte da mão entre os dedos indicador e polegar. Não dá para pegar o volante com a força e a habilidade necessárias”, Bia Figueiredo explica.

Ela experimentou o bracelete de Justin Wilson, seu companheiro de equipe, que também fraturou um osso da mão em Saint Petersburg, mas a peça, ao contrário, ficou um pouco solta, e poderia machucá-la.

Para o segundo treino, o bracelete dela foi parcialmente reduzido, dando mais liberdade de movimento à mão da pilota, que também enfrenta incômodo no local da lesão. “Só dói quando passo nas zebras e nos bumps. Por enquanto, depois que saio do carro, minha mão não está doendo”, Bia conta.

Neste sábado,  a piloto da Ipiranga Racing voltará à pista para o terceiro treino livre, a partir das 14h25, e para a classificação, a partir das 18h30. A corrida será disputada no domingo, a partir das 17h30.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.